Sabe onde fica?


Recentemente ao levar meu carro para reparo e um pequeno empresário desabafava, inconformado, sobre a atitude de um de seus entregadores freelancer. A encomenda da peça para conserto do meu veículo feita pelo mecânico precisava ser feita e o jovem entregador recusara a entrega por desconhecer o destino. O próprio empresário teve que fazer pessoalmente a entrega. Essa era a revolta. Ele tentava chegar a um acordo com o jovem mas acabou desistindo. Narra que o diálogo se deu da seguinte forma:

- A referência é Leroy Merlin, conhece? - não

- Cemitério do Maruí? Sabe onde fica? - não

- Carrefour Manilha? – não

- Pode deixar que eu entrego

Lembro do mesmo episódio narrado por um tio ocorrido nos anos 70. Seu patrão, à época, solicitara que entregasse um documento no Centro de Niterói. Ele, recém chegado de cidade do interior, ao ser questionado sobre seu conhecimento em relação ao local da entrega prontamente acena positivo. Ao sair da empresa aborda o primeiro pedestre na rua e pede informações sobre como chegar no destino.

É isso que eu entendo por iniciativa. A falta dela faz com que as empresas estejam lotadas de funcionários que passam seu expediente olhando o relógio a cada dez minutos e contando as horas para que chegue a sexta-feira.


#motivação #recursoshumanos